Stu agora desmorona completamente e naquela noite ele rasteja até o altar de tristeza, raiva e desespero . Ham liga para o pai de Stu e Bill…

"ATENÇÃO: Este artigo contém spoilers importantes sobre o filme "Luta Pela Fé: A História do Padre stu"

Todas as religiões do mundo têm narrativas ou relatos (como os devotos prefeririam) dos homens mais improváveis que encontraram a fé por meio do que consideram intervenção divina. O drama biográfico Father Stu é uma reinterpretação de uma dessas experiências, seguindo a jornada do boxeador americano convertido em padre, Stuart Long. Embora conte com atuações sinceras de Mark Wahlberg e Mel Gibson, o filme mantém uma experiência de visualização irregular, com uma primeira hora excepcional, mas perdendo parte de seu encanto original e parecendo um tanto forçado.

 

|   RELACIONADO:

 

Resumo Do Enredo De ‘Padre Stu’

Stuart Long adentrou a meia-idade enquanto ainda se envolvia no boxe amador, contudo, já sentia os efeitos do tempo, à beira de uma idade em que seu corpo não mais suportaria as demandas do esporte. Em uma consulta médica, recebe a notícia de que seu corpo reage de forma anormal aos ferimentos, forçando-o a considerar o fim de sua carreira pugilística.

Sua mãe, Kathleen, amorosa mas problemática, tenta persuadi-lo a seguir os conselhos médicos e buscar uma nova profissão. Revela-se que Stuart teve um irmão que faleceu precocemente aos seis anos, evento que causou um profundo ressentimento em relação ao pai ausente e, para ambos, uma aversão marcante à religião cristã. Devido à sua idade mais jovem e temperamento impulsivo, Stuart expressa fisicamente seu ódio. Em um momento de raiva, desfere golpes em uma estátua de Cristo no cemitério, refletindo sua dor e descontentamento. Encerrando essa jornada, Stuart segue para a Califórnia em busca de seu sonho de infância de se tornar um ator ou artista, enquanto trabalha em um supermercado e tenta sua sorte em testes de elenco. Lá, ele se vê atraído por Carmen, uma mulher devota, e decide se converter ao catolicismo para conquistar seu coração.

Como A Pretensão De Stu De Ser Religioso Muda Para A Fé Real?

Depois de concordar em iniciar o processo que leva ao seu batismo, Stu e Carmen saem para namorar, principalmente acompanhados por outro voluntário regular da igreja, Ham, com quem Stu fez amizade. Ham visita regularmente a igreja, participa de grupos de discussão e faz muitas perguntas importantes. Stu também frequenta as aulas dominicais infantis de Carmen e se torna querido entre as crianças por seu caráter extrovertido e bem-humorado. Apesar de ter aprendido a odiar a religião desde jovem, Stu agora gradualmente se abre ao catolicismo, embora ainda permaneça desconectado da fé. Ele percebe que ser religioso é a única maneira de cortejar Carmen e faz todos os esforços para impressionar sua família hispânica, aprendendo a fazer orações em espanhol e estabelecendo um bom relacionamento com os pais dela.

Alguns dias após o batismo, Stu se sente desiludido e vai a um bar. Lá, um estranho o aconselha sobre a necessidade de ser grato pela vida, mas Stu ignora seu conselho. Em seu caminho para casa, Stu sofre um terrível acidente, mas em um momento de quase morte, vê uma mulher parecida com a Mãe Maria confortando-o. Após uma recuperação milagrosa, Stu começa a se sentir grato pela vida, mas sua fé é testada quando é diagnosticado com uma doença terminal. Decidido a seguir uma vida de sacerdócio, ele se inscreve no seminário, apesar dos apelos de Carmen e seus pais para que desista.

Com o tempo, a doença de Stu piora e ele é informado de que não poderá ser ordenado devido à progressão da doença. Desesperado, Stu desmorona, mas encontra conforto na presença de sua família e amigos, que cuidam dele até o final de seus dias.

Explicação Do Final De ‘Padre Stu’: Como Stu Finalmente Prega Sua Religião?

Certa manhã, durante esse período, os pais de Stu o vestem com roupas formais, e Bill também se veste muito bem, o que surpreende Stu, pois é incomum para o pai. Quando o caminhão do pai quebra no meio do caminho, Bill continua a viagem em sua cadeira de rodas. Eles chegam à igreja onde Stu frequentava o seminário e são recebidos por Kathleen e Carmen. Stu fica perplexo ao ver um grande grupo de pessoas reunidas dentro da igreja e descobre que os paroquianos apresentaram uma petição especial à Diocese de Helena para ordená-lo ao sacerdócio, e o bispo permitiu. Assim, Stu é ordenado e celebra sua primeira missa, onde prega sobre sua própria vida e condição, traçando paralelos com os sofrimentos de Jesus Cristo.
Ele desenvolve um relacionamento afetuoso com o povo religioso de Montana e continua a pregar mesmo depois de ser internado em um centro de cuidados especiais. Lá, ele faz confissões

enquanto as pessoas formam filas do lado de fora para ouvi-lo falar. Jacob o visita para uma dessas confissões e confessa que nunca teve interesse em ser padre. Stu o aconselha a buscar outras formas de servir a Deus, pois a verdadeira devoção não pode ser forçada.

O filme termina com alguns clipes de áudio e vídeo do verdadeiro Stu, que continuou a servir sua religião até falecer aos cinquenta anos. A realização pessoal de Stu não só facilitou sua própria vida, mas também a de seus pais, que encontraram paz e aceitação. Bill se junta a um grupo de apoio para lidar com seu alcoolismo e percebe que passar o resto da vida com amor e apoio à esposa é a chave para a paz. Assim, o homem que uma vez foi violento e se transformou em padre ajudou várias pessoas ao seu redor.

  • Luta pela Fé: A História do Padre Stu: Está disponível para transmissão no Amazon prime Video

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verified by MonsterInsights