O Problema Dos 3 Corpos: Ciência, tecnologia, alienígenas e suas perguntas respondidas

“O Problema dos 3 Corpos: Explorando Novos Conceitos com Aliens e Tecnologia Avançada”

A série “O Problema dos 3 Corpos” aproveita tanto da tecnologia contemporânea quanto introduz novos conceitos para impulsionar sua

trama. A adaptação da Netflix do livro de 2008, “The Three-Body Problem”, mergulha em diversos tropos da ficção científica, embora muitos

deles permaneçam largamente inexplorados. No entanto, pistas contextuais e cenas expositivas oferecem insights sobre a rica tradição por

trás do universo de “O Problema dos 3 Corpos”. Embora alguns aspectos da história permaneçam abertos à interpretação, a série continua a

abordar esses temas de maneira significativa.

A Revolução Cultural Chinesa serve como um ponto crucial na narrativa de “O Problema dos 3 Corpos”, fornecendo o ponto de partida para

uma história que abrange séculos. A partir desse evento, Ye Wenjie desencadeia uma complexa trama extraterrestre, envolvendo os

personagens em um jogo estratégico com uma civilização alienígena ao longo de várias gerações. Este conflito resulta no desenvolvimento de

tecnologias ficcionais, embora muitas delas tenham raízes em conceitos do mundo real.

 

|  RELACIONADO:

O Problema dos 3 Corpos: Astrofísico Explica o Conceito por Trás da Série de Sucesso da Netflix

Qual é O Problema Dos Três Corpos? Ciência real e significado do programa explicado

O programa da Netflix usa um conceito científico real

No universo de “O Problema dos Três Corpos”, personagens como Jack e Jin enfrentam um desafio semelhante ao problema científico real

que inspira o dilema do jogo de realidade virtual do San-Ti. Este dilema é comumente considerado insolúvel na maior parte. Enquanto os

movimentos de dois corpos influenciados pela força gravitacional um do outro podem ser previstos pelos cientistas, a introdução de um

terceiro corpo torna as interações praticamente imprevisíveis em qualquer período significativo. As variáveis dos três corpos e suas

interações gravitacionais são simplesmente muito vastas.

O enredo da série da Netflix explora especificamente o contexto em que os personagens San-Ti se encontram. Como Jin explica em um

episódio da primeira temporada de “O Problema dos Três Corpos” intitulado “Destroyer of Worlds”, o mundo natal dos San-Ti possui três

sóis. O movimento caótico do planeta entre esse trio de estrelas torna impossível para os San-Ti preverem quando uma “era estável” poderá

ocorrer e quando uma temida “era caótica” surgirá. Essa alternância imprevisível entre segurança e perigo prolongou significativamente o

progresso científico dos San-Ti em comparação com a humanidade, devido à necessidade de reconstrução após cada era caótica.

“Uma era estável é quando o planeta San-Ti orbita um único sol, mas uma era caótica é quando o mundo é arrebatado pela atração gravitacional de uma das outras estrelas do sistema.”

O jogo VR em O  Problema dos 3 Corpos

A tecnologia VR do San-Ti está séculos à frente da humanidade

Os reluzentes fones de ouvido prateados em “O Problema dos Três Corpos” podem evocar uma sensação de familiaridade para os jogadores

do mundo real. A tecnologia imersiva apresentada na adaptação da Netflix é, em essência, uma versão muito mais avançada de um meio de

jogo já existente na realidade. No programa, os fones de ouvido de realidade virtual não apenas proporcionam simulações visuais e sonoras,

mas também envolvem todos os outros sentidos. Os jogadores podem experimentar o ambiente artificial através do olfato, tato e até mesmo

paladar, tornando a experiência de jogo praticamente indistinguível da vida real. No entanto, o propósito do jogo vai além do

entretenimento.

De alguma forma, os San-Ti distribuem os fones de ouvido para as mentes mais brilhantes da humanidade como uma ferramenta

educacional, possivelmente na esperança de salvar os San-Ti das eras caóticas. Cada fone de ouvido é adaptado individualmente para o

jogador, como demonstrado quando Jack tenta usar o fone de ouvido de Jin no episódio 2 de “O Problema dos Três Corpos”, intitulado “Red

Coast”, e acaba sendo morto repetidamente no jogo. O jogo avança por vários níveis, cada um com um objetivo enigmático e implícito para

ajudar a prever a chegada de uma era caótica. No entanto, o verdadeiro objetivo do jogo é salvar a população do planeta.

“Não se sabe como os fones de ouvido VR chegaram às mãos de um punhado de indivíduos. No entanto, é provável que membros do grupo de culto que segue os San-Ti se infiltrem em suas casas e depois se limpem das filmagens.”

Os personagens dentro do jogo são todos representados como humanos, embora o programa reafirme várias vezes que os San-Ti não têm

semelhança conosco. Portanto, o jogo de realidade virtual em “O Problema dos Três Corpos” foi ajustado para promover a solidariedade dos

humanos com a causa San-Ti. Embora não seja possível para os jogadores compartilharem seus fones de ouvido entre si, o modo

multijogador é viável. Jack e Jin não apenas se unem, mas também se deparam com outros jogadores desconhecidos, todos tentando, sem

sucesso, resolver o enigma do Problema dos Três Corpos.

As nanofibras de Auggie Salazar em O Problema Dos 3 Corpos são reais?

Na realidade, as nanofibras não correspondem às suas habilidades em O Problema Dos 3 Corpos

Além dos jogos de realidade virtual, as nanofibras de Auggie também são uma tecnologia que existe no mundo real. As propriedades do

material avançado em “O Problema dos Três Corpos” são bastante semelhantes às de seu equivalente na realidade, embora alguns aspectos

tenham sido exagerados. De acordo com a Science Direct, as nanofibras reais têm sido amplamente utilizadas em diversas áreas, incluindo

substâncias eletroquímicas, sensores, biomateriais, filtros, entre outros.

“Com exceção do inovador e inusitado “ Projeto Wallfacer ”, a humanidade praticamente não tem como se preparar para a chegada do San-Ti sem que ele seja descoberto instantaneamente.’

A extraordinária resistência das nanofibras de Auggie é o que as torna menos plausíveis. A cena chocante do episódio 5 de “O Problema dos

Três Corpos”, intitulado “Dia do Julgamento”, na qual o navio e seus ocupantes são cortados em pedaços pelas fibras, não reflete o que a

tecnologia real é capaz de fazer. Além disso, a produção de nanofibras no mundo real é muito cara para permitir a fabricação de quantidades

tão grandes. Mesmo que fosse viável economicamente, elas não seriam capazes de realizar o feito macabro exibido em “Dia do Julgamento”.

“A Humanidade em ‘O Problema dos Três Corpos’ Também Explora a Suspensão Criogênica, um Conceito Amplamente Considerado Fictício”

 

Os múltiplos cronogramas no O Problema Dos 3 corpos explicados

O nascimento do legado sombrio do Dr. Ye é mostrado ao longo do show

Embora a maior parte de “O Problema dos Três Corpos” se desenrole nos dias atuais, a história transcende um único período de tempo,

explorando momentos cruciais do passado e do futuro. As realizações da Dra. Ye quando jovem desempenham um papel fundamental na

gradual chegada dos San-Ti, revelando como tudo se desenrola. A primeira cena do episódio 1, intitulado “Contagem Regressiva”, ocorre em

1966, em Pequim, durante o início da Revolução Cultural Chinesa. A jornada de Ye Wenjie ao longo das décadas culmina em seu primeiro

contato com os San-Ti. “O Problema dos Três Corpos” também destaca o encontro do Dr. Ye com Mike Evans, uma figura que se torna crucial

na comunicação futura com os San-Ti.

Há um salto temporal significativo entre o momento em que o Dr. Ye é apresentado ao culto a bordo do Dia do Julgamento e os

acontecimentos dos dias atuais. A maioria da humanidade não tem conhecimento da chegada iminente dos San-Ti. No entanto, a raça

alienígena torna sua presença conhecida ao interferir nas conquistas científicas da humanidade, manipulando as estrelas para piscarem e

projetando uma imensa visão no céu, deixando claro que a humanidade está sob observação.

Embora não seja explicitamente retratado na tela, “O Problema dos Três Corpos” sugere um futuro implícito aguardando a humanidade com

a chegada dos San-Ti à Terra. O fato de os extraterrestres obstruírem o progresso científico na Terra implica que a raça humana não tem

outra opção senão aguardar a chegada de seus novos senhores, que podem acabar sendo seus exterminadores. Portanto, é possível que os

dias da raça humana estejam contados, com apenas 400 anos restantes até seu fim iminente.

O que são trissolarianos? 3 Explicação dos alienígenas do |O ProblemaDos 3 Corpos

A raça alienígena de O Problema Dos 3 Corpos está fazendo uma longa viagem à Terra

Os San-Ti, também conhecidos como Trissolarianos, são uma raça alienígena extraordinariamente avançada. Sua jornada até a Terra foi

iniciada a pedido da Dra. Ye, apesar de um San-Ti pacifista ter interceptado a mensagem original e alertado contra esse curso de ação. Eles

representam uma civilização em busca desesperada de um novo lar devido às graves adversidades em seu planeta natal.

Embora ainda estejam a séculos de distância fisicamente, os San-Ti conseguem se comunicar diretamente com a humanidade graças aos

Sófons, um par de supercomputadores microscópicos e conscientes. Os Sófons também permitem que os San-Ti observem minuciosamente a

humanidade, com a única exceção sendo os pensamentos dos seres humanos. Como resultado, praticamente todos os esforços feitos para

defender a Terra contra a iminente ameaça podem ser monitorados em tempo real pelos San-Ti.

O medo é uma das armas mais poderosas dos San-Ti em suas tentativas de subjugar a humanidade. Embora não esteja claro se a contagem

regressiva em “O Problema dos Três Corpos”, que personagens como Auggie podem ver, realmente levaria à morte, essa é certamente a

implicação. O encerramento do projeto de nanofibras por Auggie é um resultado direto do San-Ti projetando uma contagem regressiva em

seu campo de visão, que chega perigosamente perto de zero – e Auggie não é o único cientista a experimentar isso.

Com exceção do inovador e incomum “Projeto Wallfacer”, a humanidade praticamente não tem como se preparar para a chegada dos San-Ti
sem ser instantaneamente descoberta. Os Wallfacers são três humanos cuidadosamente selecionados, encarregados de desenvolver uma

estratégia de defesa em suas próprias mentes, sem comunicá-la em voz alta. Embora possa parecer uma abordagem peculiar, pode ser a

melhor chance da Terra de enfrentar os misteriosos vilões de “O Problema dos Três Corpos”

Source: Science Direct

|  RELACIONADO:
O Problema dos 3 Corpos é uma série original da Netflix dos criadores de Game of Thrones, David Benioff e DB Weiss, junto com Alexander Woo. Baseado no romance homônimo de Liu Cixin, 3 Body Problem é centrado em um detetive que une forças com um grupo de cientistas depois que uma força desconhecida começa a matar cientistas em todo o mundo.
ElencoSaamer Usmani com Shailene Woodley, Jess Hong, Jovan Adepo, Benedict Wong, John Bradley, Eiza González, Liam Cunningham, Sea Shimooka, Tsai Chin
Data de lançamento21 de março de 2024
Temporadas1
EscritorasDavid Benioff, DB Weiss, Alexander Woo
DiretoresMinkie Spiro, Derek Tsang
Criador(es)David Benioff, DB Weiss, Alexander Woo
A Netflix já está transmitindo a primeira temporada de “O Problema dos 3 Corpos”

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verified by MonsterInsights