O Último Capítulo: O Final de Questão de Tempo explicado

  “ATENÇÃO:Este artigo contém spoilers importantes sobre o filme Questão de Tempo”

Dirigido por Richard Curtis, Questão de Tempo oferece uma interpretação única dos tropos da viagem no tempo. O filme acompanha Tim (Domhnall

Gleeson), que, em seu aniversário de 21 anos, descobre que os homens de sua família são capazes de viajar no tempo para reviver e alterar momentos que viveram

antes. Questão de Tempo tem um elenco fenomenal, incluindo Domhnall Gleeson, Rachel McAdams, Bill Nighy e Margot Robbie – todos com

performances excepcionais. Cheio de romance, humor e desgosto, Questão de Tempo é uma experiência refrescante para qualquer fã de ficção científica.

Desde o seu lançamento em 2013, Questão de Tempo tem sido aclamado como um clássico comovente. Embora o filme frequentemente se concentre nos aspectos

positivos da viagem no tempo, ele também explora as limitações desse conceito. Por exemplo, a família de Tim não é capaz de viajar para o futuro e só pode revisitar

momentos que vivenciaram em suas próprias vidas. Nas palavras do pai de Tim (Bill Nighy):

 

“Só posso ir a lugares onde realmente estive e posso me lembrar. Não posso matar Hitler.”

 

O sucesso de Questão de Tempo é em grande parte atribuído à sua interpretação única da viagem no tempo, mas o filme também foi aclamado por sua exploração

da vida cotidiana – um tema que está encapsulado no final comovente de Questão de Tempo.

 

|   RELACIONADO:

O que é que está na hora?

Filme Sobre o Tempo

No aniversário de 21 anos de Tim, seu pai lhe revela que os homens de sua família podem viajar no tempo. Para fazer isso, eles precisam entrar em um espaço

escuro, normalmente um armário, e pensar no momento que desejam revisitar. Embora Tim inicialmente acredite que isso seja parte de uma piada elaborada,

ele logo descobre que não é o caso.

Ao contrário de outros filmes de viagem no tempo, o pai de Tim utiliza essa habilidade para propósitos bastante comuns. Quando Tim pergunta o que seu pai fez

com sua habilidade de viajar no tempo, ele explica que:

Tim sugere a ideia de usar a viagem no tempo para ficar rico, mas seu pai rapidamente o alerta sobre essa ideia. Seu pai conta que seu avô tentou isso, mas que isso

"estragou totalmente" sua vida. Em vez disso, o pai de Tim aconselha a usar esse poder "para coisas que você realmente acha que tornariam sua vida do jeito que

você deseja”. Em resposta, Tim diz a seu pai que usará sua habilidade de viajar no tempo para tentar conseguir uma namorada.

Ao longo do filme, Questão de Tempo equilibra o conceito extraordinário de viagem no tempo com as lutas comuns da vida cotidiana. Embora Tim seja

abençoado com a capacidade de viajar no tempo, sua vida amorosa ainda está repleta de decepções. Tim aprende rapidamente que:

 

“Todas as viagens no tempo do mundo não conseguem fazer alguém amar você.”

 

Porém, ele logo conhece Mary (Rachel McAdams), uma americana que trabalha para uma editora. Tim imediatamente se apaixona por Mary, mas, apesar de

sua habilidade de viajar no tempo, o relacionamento dos dois é cheio de altos e baixos. Embora Questão de Tempo apresente muito humor, o filme também

explora as partes mais contundentes da vida, culminando no final emocional.

 

Como a Questão de tempo tempo termina?

Já era hora, Tim e seu pai

Perto do final do filme, Tim descobre que seu pai foi diagnosticado com câncer de pulmão terminal. É uma notícia devastadora, e a família está sofrendo.

O pai de Tim logo falece, mas Tim encontra conforto no fato de poder viajar no tempo para visitar seu amado pai. No entanto, esta fonte de conforto fica
comprometida quando Mary revela que deseja ter um terceiro filho.
No início do filme, Tim tenta viajar no tempo para evitar que sua irmã (Lydia Wilson) sofra um acidente de carro. Embora tenha evitado o acidente com sucesso,
Tim tem um choque inesperado quando retorna ao presente e descobre que sua filha, Posy, nunca nasceu. Em vez disso, Tim agora tem um filho, e Posy não

existe. Quando Tim pergunta ao pai como isso aconteceu, ele explica que não é possível mudar os acontecimentos anteriores ao nascimento de uma criança, caso

contrário, a criança não será a mesma. Por causa dessa regra, Tim mais tarde se depara com um dilema desafiador: ter outro filho ou dizer adeus ao pai para

sempre.

No final das contas, Tim decide ter um terceiro filho com Mary, optando por aproveitar ao máximo sua vida em vez de viver no passado. Em uma cena

emocionante, Tim viaja no tempo para se despedir de seu pai antes do nascimento de seu terceiro filho. Durante a despedida comovente, Tim pergunta se há algo

que seu pai gostaria de fazer, ao que seu pai responde: “Uma caminhada rápida”.

A dupla então viaja no tempo para uma das memórias de infância de Tim, em que Tim e seu pai estão caminhando juntos na praia. O pai de Tim reconhece que isso

é “totalmente contra as regras”, mas ambos fazem questão de não mudar nada. Tim é transportado de volta no tempo, para sua infância, e os dois aproveitam seus

últimos momentos juntos. É o momento mais comovente do filme, tornando o final de Questão de Tempo um relógio memorável e comovente.

O filme então corta para a vida de Tim no presente, na qual sua família está aprendendo a lidar com as consequências da morte de seu pai. Em uma cena

emocionante, Tim transmite seu novo mantra para aprender a viver sua vida ao máximo. Embora seu pai viajasse no tempo para reviver cada dia, Tim revela que

agora deu um passo além de seu pai. Ele explica que:

 

“Agora não viajo de volta, nem mesmo por um dia. Eu apenas tento viver todos os dias como se tivesse voltado deliberadamente a este dia. Para aproveitar. Como se fosse o último dia da minha vida extraordinária e comum.”

 

Nos momentos finais do filme, o público descobre que Tim parou de viajar no tempo e está aprendendo a valorizar seu tempo no presente. É claro que Tim

aprendeu a aproveitar ao máximo sua vida cotidiana, explicando aos telespectadores que: “Tudo o que podemos fazer é dar o nosso melhor para saborear esta

viagem notável”. O filme então mostra uma montagem de pessoas vivendo suas vidas comuns, capturando a apreciação de Tim pela vida cotidiana.

É interessante que um filme sobre viagem no tempo termine com seu personagem central se aposentando da viagem no tempo, mas o final de Questão de Tempo

captura o verdadeiro significado do filme. Questão de Tempo mostra o amor pela vida e demonstra a importância de encontrar a beleza em uma existência

comum, apesar das muitas lutas da vida.

Questão de Tempo: Está disponível para transmissão na Netflix

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verified by MonsterInsights