O desfecho de Um Homem Por Inteiro revela precisamente a essência de Charlie Croker: uma personalidade imponente cuja abordagem agressiva foi o ímpeto por trás de sua derrocada.

“Atenção: Este artigo contém spoilers importantes da série da Netflix ‘Um Homem Por Inteiro’.”

Um Homem Por Inteiro terminou com as dívidas de Charlie Croker finalmente alcançando-o. Impulsionado por pura coragem e um ego feroz, Charlie encontra

sua morte no desfecho da obra, após seu próprio corpo se voltar contra seus melhores interesses. Ao longo da série, que é a última criação do aclamado escritor e

showrunner de televisão David E. Kelly, Charlie (interpretado por Jeff Daniels) evade as repercussões de financiar sua vida luxuosa com dinheiro emprestado de

um banco de prestígio. Conforme tudo na vida do magnata imobiliário de Atlanta começa a desmoronar, sua personalidade e motivação o impulsionam a dar tudo o

que tem até que as rodas caiam.

 

 

|    RELACIONADO:

A mensagem de Charlie Croker para seu filho Wally explicada

Charlie enfatiza a importância de trazer alegria a outras pessoas

Gerald olhando pela janela em A Man in Full

Antes de fazer seu discurso após ser homenageado por seu legado como estrela do futebol americano na Georgia Tech, Charlie tem uma breve conversa com seu

filho Wally nas arquibancadas do estádio. Wally não aceita o sistema universitário americano como seu pai fez, apesar de ver tudo o que isso fez por ele e sua

família. Wally também começou a perder a fé em seu pai depois de vê-lo pegar uma cascavel de maneira bizarra com as próprias mãos, sem um bom motivo.

Apesar dos defeitos de Charlie, ele faz um esforço para se conectar com Wally nas coisas importantes da vida, como trazer alegria às pessoas. Este é um sentimento

bastante irônico, considerando quantos inimigos Charlie tem.

Charlie Croker realmente traiu o prefeito Wes Jordan?

Charlie desistiu do acordo para expor Norman

Wes Jordan (William Jackson Harper) com uma expressão séria em seu escritório no trailer de A Man in Full

O verdadeiro objetivo do discurso de Charlie Croker na Georgia Tech foi expor as acusações de agressão sexual contra Norman Bagovitch, rival e oponente

político do prefeito Wes Jordan (Harper). Embora Charlie não tenha falado explicitamente sobre as acusações de agressão sexual, feitas por Joyce Newman

(Liu) em particular, seu endosso ao prefeito Wes aumentou sua popularidade nas pesquisas, conforme relatado no noticiário no final da série. Independentemente

disso, o prefeito Wes ficou furioso porque Charlie não jogou seu antigo companheiro de equipe Norman debaixo do ônibus como eles haviam planejado. Charlie

não traiu Wes completamente, mas desistiu do acordo.

Como Raymond Peepgrass tentou conquistar o saguão de Charlie com a Big Red Dog LLC

Raymond está completamente desesperado para chamar a atenção de Charlie

Raymond Peepgrass (Tom Pelphrey) falando ao telefone enquanto olha pela janela no trailer de A Man in Full

 

“Depois que ele e Harry Zale são instruídos a esquecer de ir atrás de Charlie, as fracas tentativas de Raymond de chamar a atenção de Charlie rapidamente se tornam muito mais agressivas e assustadoras.”

 

Raymond Peepgrass vinha jogando um longo jogo ao longo de Um Homem Por Inteiro para essencialmente chamar a atenção de Charlie. Raymond sempre se

sentiu desprezado por Charlie ao longo dos anos e odiou a maneira como Charlie o fazia se sentir insignificante, o que alimentou sua trama estranha e metódica

para se vingar dele. Raymond diz diversas vezes que seu ódio por Charlie veio de uma admiração inicial por ele, que ainda persiste no episódio final. Raymond

basicamente fará qualquer coisa para ganhar o respeito e a atenção de Charlie, que nunca dará isso a ele.

Depois que ele e Harry Zale (Camp) são instruídos a esquecer de ir atrás de Charlie, as fracas tentativas de Raymond de chamar a atenção de Charlie

rapidamente se tornam muito mais agressivas e assustadoras. Raymond de alguma forma seduz a ex-mulher de Charlie, Martha, que também odeia Charlie,

oferecendo-lhe uma rede de segurança financeira depois que seu banco fica com todo o dinheiro e ativos de Charlie. Quando esse plano falha, Charlie abre uma

nova LLC chamada Big Red Dog, onde planeja realocar a participação majoritária de Martha e Wally no amado Concourse de Charlie. Sabendo que isso enervaria

Charlie completamente, além de dormir com sua ex-mulher, Raymond finalmente conseguiu chamar toda a atenção de Charlie.

 

O verdadeiro significado do final de Um Homem Por Inteiro

Charlie estava muito cheio de si para seu próprio bem

Charlie morre no final de Um Homem Por Inteiro depois de aparentemente ter um ataque cardíaco enquanto sua mão está involuntariamente presa na garganta

de Raymond. Não está claro exatamente se Raymond foi morto pelo Homem de 60 Minutos, mas os dois personagens parecem estar dando seus últimos suspiros

juntos enquanto caem no chão. Se Raymond estivesse morto, seu corpo provavelmente ainda estaria ao lado de Charlie na cena final da série.

No entanto, se Raymond não estiver morto, é surpreendente que ele não esteja ao lado de Martha tentando confortá-la quando Roger entra em cena.

Ele também poderia ter sido levado às pressas para o hospital. Um Homem Por Inteiro termina sem muita resolução, e os destinos de Martha, Wally e

Raymond permanecem obscuros à medida que os créditos rolam. O que é evidente, entretanto, é que qualquer redenção que Charlie tenha conquistado até aquele

ponto foi erradicada e, no final das contas, ele era um homem muito cheio de si para seu próprio bem.

Uma resposta

  1. Na minha opinião Raymond morreu, pois, quando o advogado Roger chega na residência da Martha um corpo num saco preto é colocado no rabecão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verified by MonsterInsights