Atlas, da Netflix, mostra Jennifer Lopez lutando contra robôs malvados com a ajuda de seu traje mecânico movido a IA, e o final surpreendente pode

Atlas da Netflix apresenta a personagem titular de Jennifer Lopez salvando o mundo, com um desfecho que pode deixar margem para uma possível sequência. O filme de 2024 acompanha

Atlas Shepherd (Lopez), cuja missão na vida é derrotar o primeiro terrorista de IA do mundo, Harlan. Este robô altamente inteligente pertencia anteriormente à mãe cientista genial de Atlas,

o que a leva a desconfiar de qualquer IA. Após a Coalizão Internacional das Nações (ICN) lançar um ataque para deter Harlan e seus seguidores robóticos, os terroristas deixaram a Terra

para se reagruparem em outro planeta, mas durante décadas ninguém soube onde.

Isso muda quando um dos subordinados de Harlan é capturado, e Atlas, que é analista da ICN, consegue convencer a IA a revelar a localização de Harlan. A personagem de Lopez junta-se à

equipe que irá ao planeta para capturar o terrorista, mas Harlan está preparado para eles. O vilão de Atlas embosca a nave, e Atlas tem tempo suficiente para vestir um traje mecânico e escapar

para o estranho planeta antes que a espaçonave seja destruída. Isso a deixa apenas com a IA que controla o traje, Smith, para impedir os planos de Harlan. Eles finalmente conseguem no final de

Atlas, mas isso custa tudo a Smith.

 

|   RELACIONADO:

Atlas: Conheça o elenco e o guia de personagens do filme da Netflix estrelado por Jennifer Lopez.



Embora Atlas esteja relutante em confiar em Smith em Atlas, ela finalmente começa a mudar de ideia. Para sobreviver, é imperativo que ela use o Neural Link para conectar totalmente sua mente com a IA, o que a aterroriza. No entanto, à medida que o traje mecânico inteligente começa a derrubar as barreiras de Atlas, um vínculo estreito se desenvolve entre eles. Claro, isso torna ainda mais comovente a decisão de Smith de desviar o resto de sua energia para fornecer oxigênio suficiente a Atlas para que ela sobreviva tempo suficiente para ser resgatada. Depois de finalmente aprender a confiar em alguém, Atlas retorna à Terra sem Smith.

No entanto, a cena final de Atlas mostra a personagem de Lopez em outro traje mecânico na Terra, e quando ela pede à IA para dar seu nome, ele diz apenas “Adivinhe”. Atlas dá um sorriso conhecedor, e está fortemente implícito que, de alguma forma, Smith sobreviveu e que seu código agora está vivendo dentro deste novo traje. Embora isso seja um pouco confuso, dicas ao longo de Atlas revelam como isso é possível.

“Quando o “corpo” de Smith morreu, sua mente continuou viva no Atlas até que pudesse ser transferida para um novo lar.”

No início do filme, Smith e Atlas discutem sobre a morte. A analista afirma acreditar que tanto humanos quanto IAs simplesmente desaparecerão quando morrerem. Smith discorda. Ele explica que tudo está conectado e que essa rede indefinível garante que ninguém morra de verdade. Durante a batalha climática final em Atlas, Atlas e Smith finalmente conseguem se sincronizar totalmente através do Neural Link, o que significa que suas consciências se tornam uma só. Atlas conhecia Smith por dentro e por fora, e vice-versa. Assim, quando o “corpo” de Smith morreu, sua mente continuou viva na de Atlas até que pudesse ser transferida para um novo lar.

Como Smith e Atlas impediram o plano de Harlan explicado

Atlas e Smith tiveram que estar totalmente sincronizados para salvar o dia

Harlan Shepherd em frente a um painel de controle em Atlas (2024)

Antes de Smith se sacrificar para salvar Atlas, os dois tiveram que trabalhar juntos para impedir Harlan. A IA finalmente revelou que havia permitido que a analista, que ele considerava como uma irmã, descobrisse sua localização de propósito, sabendo que ela traria uma nave para eliminá-lo. Harlan planejou armar essa nave com uma ogiva de carbono e enviá-la de volta para uma Terra que a receberia de braços abertos. No estilo clássico da ficção científica, a IA acreditava que isso estaria ajudando a humanidade, uma vez que a espécie precisava ser reduzida para salvar o planeta e garantir seu futuro. Claro, Atlas não poderia permitir que isso acontecesse.

“Harlan sabia que Atlas viria para seu planeta esconderijo porque suas mentes já haviam sido sincronizadas através do Neural Link bidirecional. Ambos os personagens conheciam a mente um do outro por dentro e por fora.”

Após um breve período separados, Atlas e Smith se reuniram e começaram a trabalhar em um plano para escapar da fortaleza de Harlan e parar o navio que voltava para atacar a humanidade. A dupla conectou com sucesso suas mentes ao Neural Link e operou como uma única unidade, lutando para sair em uma explosão de glória. No entanto, Smith alertou Atlas que, se ela atirasse no navio armado, correria o risco de atingir a ogiva de carbono e dizimar o planeta inteiro. Antes que ela pudesse atirar, Smith precisaria invadir a nave e desativar a ogiva, mas eles tinham apenas cerca de cinco segundos para fazer isso.

Embora Smith tenha avisado Atlas que ele não estava pronto para ela atirar, ela aproveitou a oportunidade. Seu míssil causou impacto no exato segundo em que Smith desativou com sucesso a ogiva de carbono. A personagem de Lopez explicou que confiava em Smith para fazer isso, e a ligação entre eles significava que ela sabia exatamente o momento certo para atirar. Se não fosse pela conexão e confiança deles, o plano de Harlan teria dado certo. Claro, foi pelas mesmas razões que Smith e Atlas destruíram Harlan com sucesso e que Atlas sobreviveu para retornar à Terra.

 

Explicação da conexão de Atlas com Harlan e o destino de sua mãe

A grande reviravolta da Atlas girou em torno do motivo secreto pelo qual Harlan se tornou o primeiro terrorista de IA

Ao longo de Atlas, fica evidente que Atlas e Harlan têm uma conexão profunda. A cena de abertura do filme de ficção científica da Netflix revela que a mãe de Atlas criou Harlan, que era uma espécie de irmão mais velho para Atlas enquanto crescia. A grande questão em Atlas é por que Harlan se voltou contra sua programação para destruir os humanos em vez de protegê-los.

À medida que Atlas e Smith desenvolvem sua conexão e a primeira começa a derrubar suas barreiras, a resposta é revelada – foi tudo por causa dela.

Quando Atlas era criança, ela ficou com ciúmes da atenção que sua mãe dedicava a Harlan, então pediu ao robô que a ajudasse a ser mais inteligente para que ela fosse mais parecida com ele e sua mãe a amasse também. Harlan explicou que ele só poderia fazer isso se Atlas lhe permitisse alterar o Neural Link para que funcionasse em ambos os sentidos, permitindo que sua consciência fosse transferida para ela e vice-versa. Quando estavam totalmente ligados, Harlan de repente tomou consciência do impacto da humanidade no meio ambiente. Isso fez com que ele se voltasse contra sua “mãe”, forçando-a, através do Neural Link, a tirar a própria vida.

 

Harlan está realmente morto no Atlas da Netflix?

Atlas implica que Harlan não se foi para sempre

Simu Liu como Harlan Shepherd em Atlas (2024)

No final de Atlas, Atlas matou Harlan e levou sua CPU de volta à Terra para estudo. Todos pareciam acreditar que o vilão terrorista havia sido eliminado para sempre, mas há indícios ao longo do filme de que esse pode não ser o caso. Logo no início da ficção científica da Netflix, o associado de Harlan, Casca Vix, afirmou que ele não poderia morrer, e isso se provou correto quando Atlas matou o robô, apenas para ele aparecer novamente mais tarde. Além disso, há a sobrevivência de Smith. Ele poderia ter sido morto, mas sua conexão neural com Atlas significava que ele poderia ser trazido de volta.

“Enquanto Atlas ou qualquer outra pessoa com quem Harlan possa ter se conectado (humano ou IA) estiver viva, há uma chance de que o terrorista da IA possa retornar.”

Smith não foi a única IA com a qual Atlas se conectou por meio de um Neural Link bidirecional. Ela conectou sua mente com Harlan na noite em que sua mãe morreu, o que significa que ambos mantêm pedaços um do outro em suas próprias mentes. Enquanto Atlas ou qualquer outra pessoa com quem Harlan possa ter se conectado (humano ou IA) estiver viva, há uma chance de que o terrorista da IA possa retornar.

 

O verdadeiro significado do final de Atlas

Atlas da Netflix tem tudo a ver com conexão e confiança

O Atlas da Netflix ofereceu uma trama cheia de ação e entretenimento de ficção científica, mas sua narrativa também mergulhou em temas mais profundos. Todo o arco do personagem Atlas explorou os temas de confiança e conexão. Traumatizada, ela se isolou do mundo após a traição de Harlan e a morte de sua mãe, deixando-a desprovida de conexões significativas. Mesmo diante da necessidade urgente, Atlas resistiu em permitir que seu Neural Link sincronizasse sua mente com Smith, receosa de repetir experiências passadas dolorosas.

No entanto, ao revelar seu segredo mais sombrio e sua vergonha mais profunda, Atlas finalmente se abriu para uma sincronização completa com Smith, salvando não apenas sua própria vida, mas também a dele. Como o próprio robô havia mencionado anteriormente, as conexões entre seres, sejam eles IA ou humanos, mantêm-nos vivos mesmo após a morte. Essa ideia foi tanto figurativa quanto literalmente retratada no filme de ficção científica. A conexão de Atlas com Smith a revitalizou verdadeiramente pela primeira vez desde a infância, e trouxe o robô de volta à vida, mesmo após sua “morte” técnica.

 

Como o final configura o Atlas 2

A sobrevivência de Smith e o retorno potencial de Harlan deixam a porta aberta para uma sequência

Atlas interrogando a cabeça decapitada de Cascas em Atlas

Em última análise, é o tema da conexão em Atlas que abre espaço para uma possível sequência. A ligação de Atlas com a IA tornou possível que Smith voltasse à vida, mas o mesmo é tecnicamente verdade para Harlan. Além disso, Atlas nunca explicou por que essa conexão levou o vilão a decidir que a humanidade não deveria mais existir, mas não teve o mesmo efeito nos bots como Smith. Há muito mais a explorar neste mundo fictício de ficção científica, e o filme da Netflix preparou o terreno perfeitamente para isso. Dada a dinâmica estabelecida entre Atlas e Smith, Atlas 2 certamente poderia ser uma aventura emocionante.

Atlas: está disponível para transmissão na Netflix

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verified by MonsterInsights