Ele a tratou como uma namorada troféu, alguém para se exibir, e Nata sabia de tudo isso, mas mesmo assim ficou com ele. Ela pensava que todos os casais…

“ATENÇÃO: Este artigo contém spoilers importantes sobre a série Não nos Calaremos”

Atualmente, é comum encontrar o conceito de “relacionamento tóxico” nas plataformas digitais. Este termo descreve a dinâmica entre duas pessoas que, apesar de não serem compatíveis, permanecem juntas, muitas vezes ocultando atitudes prejudiciais. Ao invés de seguir em frente, elas permanecem presas em um ciclo prejudicial. Tomemos como exemplo Nata e Alberto na série Não Nos Calaremos da Netflix. Nata reconhece, no âmago, que Alberto não é benéfico para ela, porém continua a conceder-lhe oportunidades e a perdoá-lo repetidamente.

Por sua vez, Alberto intercala entre pedidos de desculpas e tratamentos carinhosos, mantendo Nata presa à relação. Embora Nata reconheça merecer algo melhor, o medo da solidão a impede de seguir em frente, nutrindo a esperança de uma mudança que, no fundo, sabe ser improvável. Assim, o relacionamento entre Nata e Alberto ilustra vividamente os efeitos da toxicidade. O desfecho dessa história? Descubra adiante.

 

|  RELACIONADO:

 

Por Que Nata Começou A Invadir As Casas Das Pessoas? 

Nata compartilhava uma conexão especial com Alma e Greta, suas melhores amigas. Na presença delas, experimentava uma alegria contagiante, livre para ser ela mesma, brincando e aproveitando cada momento. Mas a dinâmica mudava drasticamente quando estava com seu namorado, Alberto. Brigas e discussões eram constantes, impulsionadas pelas mentiras, traições e uma preocupação superficial de Alberto.

Ele a via como um troféu, uma peça de exibição, e embora Nata estivesse ciente disso, permanecia ao seu lado. Convencia-se de que conflitos eram normais em relacionamentos e nutria a esperança de uma mudança positiva em Alberto. Por mais que Greta e Alma tentassem abrir seus olhos para a realidade, Nata resistia, temerosa de perder Alberto, ignorando todas as bandeiras vermelhas. No íntimo, ela se sentia isolada, como se fosse uma terceira roda na amizade de Greta e Alma, receosa de que sua ausência passasse despercebida.

Além das turbulências com Alberto, a relação com sua mãe também era complicada. Esta, pouco se importava com seus sentimentos, enaltecendo apenas o status de Alberto como estrela do time de futebol e a “sorte” de Nata em tê-lo, ignorando suas realizações acadêmicas. Desiludida com o papel de agradadora perante os outros, Nata finalmente decidiu se impor. Uma noite, tomou uma decisão audaciosa: aproveitou-se da ausência na casa de um amigo de seu irmão, um local luxuoso, para desfrutar de um jantar e uma noite juntos com Alberto, buscando uma sensação de rebeldia e aventura.

Esse ato clandestino se tornou uma espécie de escape para ela, buscando breves momentos de felicidade e controle em meio à sua insatisfação. Cansada de ser sempre submissa e relegada a segundo plano, Nata encontrou na ousadia uma forma de se libertar da sua própria prisão emocional, desafiando as expectativas impostas por seus relacionamentos, amizades e até mesmo sua família.

 

Por Que Nata Decidiu Consertar Alberto? 

Alberto revelou-se não apenas terrível com Nata, mas também com seus amigos, especialmente com Alma. Ele dirigia palavras cruéis a Alma, sugerindo que ela merecia os maus-tratos que recebia. A agressividade de Alberto em relação a Alma e Greta, que tentavam persuadir Nata a deixá-lo, era evidente. Em uma ocasião, quando Alma e Greta foram a uma festa sem convidar Nata, Alberto sugeriu que ela os denunciasse aos pais. Não era apenas ciúmes; Alberto sentia-se atraído por Alma, desejando mais do que apenas sua companhia, mas também intimidade física. Incapaz de admitir isso abertamente devido ao impacto em sua reputação, Alberto tomou medidas extremas. Após Nata mostrar a ele fotos íntimas de Alma, Alberto as utilizou para enviar mensagens ameaçadoras, sem que Nata ou Alma soubessem.

Alberto falhou miseravelmente em reconhecer Nata no Dia dos Namorados, levando-a a lugares inusitados e desrespeitosos. Seu comportamento egoísta culminou em eventos ainda mais perturbadores, como tentar envolver Nata em encontros íntimos com seus amigos. Apesar de todas essas transgressões, Nata resistiu em terminar o relacionamento, influenciada pelas ideias antiquadas de sua mãe sobre o perdão e a complacência feminina diante dos erros masculinos. A pressão social e o medo de ser vista como a parte mais fraca do relacionamento também a mantiveram presa.

A descoberta de que Alberto tentou seduzir Alma foi o ponto de ruptura para Nata. Após tanto sofrimento, ela finalmente percebeu que merecia mais. Corajosamente, ela decidiu que era hora de se libertar do ciclo de abuso e toxicidade. Nata optou por seguir em frente, determinada a buscar um relacionamento mais saudável. Esperamos que ela mantenha essa decisão e encontre a felicidade que merece, servindo de inspiração para outras jovens que enfrentam situações semelhantes.

 

Não nos Calaremos: Está disponível para transmissão na Netflix

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verified by MonsterInsights