O Gambito da Rainha: Final explicado-o que aconteceu com Beth?

“O final impecável e sutil de ‘O Gambito da Rainha’: Uma análise do desfecho do drama de xadrez da Netflix”

O desfecho de O Gambito da Rainha pode ter marcado o fim da minissérie, mas muitos espectadores ainda se questionavam sobre o destino de Beth nos momentos finais e o que aconteceria com ela após o

término do show. A trama de O Gambito da Rainha gira em torno de Elizabeth Harmon (interpretada por Anya Taylor-Joy), uma prodígio do xadrez que enfrenta o mundo dominado por homens durante

a Guerra Fria, enquanto lida com vícios, traumas emocionais profundos e solidão.

Para compreender o desfecho de O Gambito da Rainha, é necessário refletir sobre os eventos climáticos do Torneio dos Campeões de 1968, em Moscou, bem como sobre as estratégias empregadas

por Beth que a conduziram à vitória. Embora a série tenha fornecido algumas explicações sobre o desfecho da jornada de Beth, muitos detalhes temáticos permaneceram ambíguos, incluindo o que aconteceu com

ela posteriormente.

 

|    RELACIONADO:
Magnatas do Crime:Atriz com sangue brasileiro estrela sucesso da Netflix
 

O que acontece no final do Gambito da Rainha

Apesar dos contratempos de última hora, Beth se torna uma grande mestre de xadrez

Final do Gambito da Rainha explicado

“Beth encontra seu caminho e viaja para a Rússia, com a intenção de uma revanche com Borgov e realizando sua ambição de se tornar um Grande Mestre.”

O desfecho de O Gambito da Rainha, intitulado “End Game”, representa o ápice do sucesso para Beth (interpretada por Anya Taylor Joy), ao mesmo tempo em que marca o início de um novo capítulo.

Atormentada pelo suicídio de sua mãe e presa ao vício em tranquilizantes desde a infância, Beth, no desfecho de O Gambito da Rainha, finalmente encontra a paz dentro de sua própria identidade.

Os eventos que antecedem o desfecho, narrados no episódio “Encerramento”, acompanham a jornada de Beth a Paris para sua partida contra Vasily Borgov (interpretado por Marcin Dorocinski), outro

prodígio do xadrez e um dos melhores jogadores do circuito.

Na noite anterior à partida, Beth se encontra em um estado de embriaguez, incapaz de resistir à tentação da atraente Cleo. Infelizmente, essa fraqueza resulta na sabotagem efetiva de suas chances. No entanto,

com a intervenção e o apoio de Jolene (interpretada por Moses Ingram), Beth encontra seu caminho e parte para a Rússia, determinada a ter uma revanche com Borgov e a realizar sua ambição de se tornar

uma Grande Mestre.

 

Jogo final de Elizabeth Harmon e Vasily Borgov explicado

A partida final do Gambito da Rainha também foi um intenso despertar para Beth

Beth Harmon x Vasilly Borgov

A estratégia adotada nos movimentos finais de “O Gambito da Rainha” foi inspirada por uma partida específica entre Vassily Ivanchuk e Patrick Wolff no Biel Interzonal de 1993. Beth escolhe iniciar com O

Gambito da Rainha, daí o título da série. Este movimento clássico de xadrez remonta ao manuscrito de Göttingen de 1490 e se inicia com d4 d5 c4, o que representa uma abertura não convencional para Beth,

que normalmente prefere iniciar com e4 na maioria dos jogos.

À medida que o jogo progride, parece que Beth está se contendo. Então, Borgov propõe um adiamento, no qual ele deve escrever seu próximo movimento em um pedaço de papel e selá-lo dentro de um envelope.

A próxima rodada começa com o movimento pré-determinado, assegurando que nenhum dos jogadores tenha vantagem.

 

“Todos ao seu redor, incluindo Townes, Benny e Harry, junto com outros, ajudam Beth a controlar seu abuso de substâncias e trabalham 24 horas por dia para encontrar pontos fracos no jogo de Borgov.”


A razão pela qual Borgov solicita um adiamento pode ser simplesmente atribuída a um jogo longo e ao cansaço, como sugerido por uma entrevista na qual ele declara: "Posso lutar contra qualquer um, exceto

contra o tempo." Além disso, um adiamento oferece uma oportunidade para reavaliar estratégias e abordar o jogo com uma nova perspectiva, o que é prático em termos de jogo.

Durante esse intervalo, Beth percebe que não está sozinha em seus desafios. Todos ao seu redor, incluindo Townes, Benny e Harry, juntamente com outros, trabalham incansavelmente para ajudá-la a superar seu

abuso de substâncias e identificar possíveis pontos fracos no jogo de Borgov.

 

“Enquanto Borgov oferece o empate, já que perder não é uma opção para ele, Beth recusa, pois o empate também não é uma opção.”

 

No dia seguinte, Beth finalmente consegue visualizar um tabuleiro de xadrez mental sem a ajuda de sedativos, evidenciando que finalmente superou os obstáculos que a limitavam como jogadora de xadrez e como

pessoa. Enquanto Borgov propõe um empate, argumentando que perder não é uma opção para ele, Beth recusa, pois o empate também não é uma alternativa aceitável. Tendo concebido uma estratégia vitoriosa em

apenas 19 jogadas, Beth derrota Borgov, conquistando assim o torneio.

 

Inspiração da vida real de Harmon Vs Borgov

O final do Gambito da Rainha foi inspirado em vários jogadores e partidas reais de xadrez

Fischer VS Spassky

A partida entre Harmon e Borgov é inspirada em um confronto decisivo entre o prodígio e grande mestre de xadrez americano Bobby Fischer e o russo Boris Spassky durante o Campeonato Mundial de Xadrez em

1972. Fischer emergiu vitorioso nesse confronto e posteriormente introduziu uma variante de xadrez conhecida como Fischer random xadrez ou Chess960.

Além disso, os criadores de “O Gambito da Rainha” também se basearam na história do Grande Mestre de xadrez Bruce Pandolfini, que contribuiu com sua expertise para a representação de movimentos de xadrez

de alto nível de credibilidade no século XX. A personagem de Beth é vagamente inspirada na autobiografia de Garry Kasparov, que também ofereceu insights valiosos para a construção do mundo da série.

 

Cena final do Gambito da Rainha (Beth fica na Rússia?)

É improvável que Beth não tenha retornado aos EUA

Bete na Rússia

“Um velho que se parece muito com o Sr. Shaibel, a primeira pessoa a apresentar o xadrez a Beth no orfanato, a desafia para um jogo.”

 

Após vencer o torneio no desfecho de “O Gambito da Rainha”, Beth deixa para trás o carro enviado pelo governo dos EUA, que a conduziria ao aeroporto, e dirige-se a um parque em Moscou. Lá, encontra dezenas

de homens mais velhos imersos em partidas de xadrez, fascinados por seu talento, e reúnem-se para parabenizá-la. Entre eles, encontra um homem idoso que se assemelha muito ao Sr. Shaibel, a primeira pessoa a

introduzi-la no xadrez no orfanato. Ele a desafia para uma partida, e ela aceita, encerrando o show neste momento, completando assim o ciclo narrativo de Beth e seu crescimento como personagem.

Como órfã e proveniente de uma família tumultuada, Beth mergulhou no maravilhoso mundo do xadrez, inicialmente apresentado pelo Sr. Shaibel, que desempenhou um papel de figura paterna substituta para

Beth. Agora, sentada diante de uma figura idosa semelhante, está pronta para participar de um jogo fora do ambiente competitivo do xadrez, sinalizando sua maturidade emocional e sua disposição para se abrir

para as pessoas.

Embora opte por permanecer na Rússia por enquanto, não é improvável que Beth retorne aos Estados Unidos para se reunir com seus amigos, especialmente agora que percebe que algumas pessoas em sua vida

estão sinceramente comprometidas com sua felicidade e bem-estar.

O que o final do Gambito da Rainha realmente significa

A escolha de Beth de empregar o movimento de xadrez conhecido como Gambito da Dama no desfecho de “O Gambito da Rainha” está intrinsecamente ligada ao seu passado. Este gambito envolve sacrificar

temporariamente um peão para obter controle sobre o centro do tabuleiro. Assim como no xadrez, o sacrifício é uma estratégia crucial que requer renúncia de uma peça fundamental no início para alcançar a

vitória final.

Essa decisão reflete o apoio e os sacrifícios feitos por todas as pessoas que se preocupam com Beth, incluindo sua mãe adotiva Alma, Harry e Jolene. Cada um deles fez seu próprio “Gambito da Rainha” em prol de

Beth, contribuindo para sua jornada e sucesso.

 

“O xadrez, junto com o vício em comprimidos, era uma forma de fuga para ela, e o jogo funcionava como uma rede de segurança.”

 

Beth percebe que precisa seguir o mesmo caminho, e uma das tarefas mais árduas é superar o abuso de drogas. Para ela, o xadrez, juntamente com o vício em comprimidos, servia como uma forma de escapismo,

e o jogo atuava como uma espécie de rede de segurança. Se não fosse controlado, seu vício poderia facilmente se tornar uma espiral mortal. No entanto, agora que está livre de suas dependências, ela experimenta

uma sensação de contentamento. Esse sentimento a motiva a jogar xadrez no parque, uma atividade impulsionada puramente pela paixão, e não mais por uma obsessão.


“Depois de anos afastando as pessoas para proteger seu espaço, Beth acolhe o amor e a admiração como algo que ela merece receber.”

 

Agora que Beth finalmente consegue desenvolver uma relação mais saudável com o esporte em que se destaca, ela consegue temporariamente aliviar sua dor e dá o primeiro passo para sair de sua zona de conforto

ao decidir se abrir como indivíduo. O final de “O Gambito da Rainha” estabelece uma simetria narrativa quase perfeita. Não importa onde Beth escolha residir ou viajar, ela finalmente encontra uma sensação de

conforto dentro de si mesma.

Depois de anos afastando as pessoas para proteger seu espaço, Beth aceita o amor e a admiração como algo que merece receber. Esse ato indica um caminho em direção à recuperação e à felicidade, resultando em

um final catártico para a série.

 

Como o final do Gambito da Rainha se compara ao do livro

O programa da Netflix reflete de perto o material de origem

Final do livro

O romance de Walter Tevis de 1983, “O Gambito da Rainha”, ecoa a ferocidade e a esperança da série, pois celebra a jornada de Beth em se tornar alguém que abraça seu próprio poder. O livro de Tevis termina

com uma nota otimista, e o jogo final é incrivelmente tenso e climático, especialmente no momento em que Beth visualiza sua vitória em 19 lances, enquanto Borgov leva 15 lances para perceber que foi derrotado.

Quando Borgov finalmente percebe, ele se levanta, entrega seu rei para ela e diz: “O jogo é seu. Parabéns.” Antes de retornar para casa, Beth faz uma parada em um parque de Moscou, um ponto também presente

no final da série, e joga xadrez com um idoso que não tem conhecimento de sua fama como campeã mundial. Tanto no romance quanto na série, Beth Harmon emerge como vitoriosa, sentindo-se segura, amada e

desafiada enquanto mergulha no mundo dos cavalos, peões e torres.

O Cambito da Rainha Sinopse:

Baseado no romance de Walter Tevis, o drama da série limitada da Netflix, The Queen’s Gambit, é uma história de amadurecimento que explora o custo real do gênio. Abandonada e confiada a um orfanato de

Kentucky no final dos anos 1950, a jovem Beth Harmon (Anya Taylor-Joy) descobre um talento surpreendente para o xadrez. Assombrada pelos seus demónios pessoais e alimentada por um cocktail de narcóticos

e obsessão, Beth transforma-se numa pária impressionantemente habilidosa e glamorosa, determinada a conquistar as fronteiras tradicionais estabelecidas no mundo dominado pelos homens do xadrez

competitivo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verified by MonsterInsights