Entenda o final de O Telefone Preto nos minimos detalhes da trama

       “ATENÇÃO: Este artigo contém spoilers importantes sobre o filme O Telefone Preto”

O que acontece no final de O Telefone Preto e o que isso tudo significa – aqui está O Telefone Preto explicado. O Telefone Preto compartilha grande parte de seu elenco com Sinistro, outro filme de terror dirigido por Scott Derrickson. Embora ambos os filmes possuam diversas semelhanças, suas mensagens são marcadamente contrastantes. O Telefone Preto acompanha Finney (interpretado por Mason Thames), um garoto introvertido de 13 anos que enfrenta dificuldades com valentões. Ele se torna a sexta vítima de um serial killer conhecido como “O Sequestrador” (interpretado por Ethan Hawke), sendo aprisionado em um porão à prova de som. Determinado a reencontrar sua irmã mais nova, Gwen (interpretada por Madeleine McGraw), ele faz tudo ao seu alcance para escapar em segurança.

O Telefone Preto não apresenta uma cena pós-créditos, pois não se trata de um filme que se desenrola em uma trama complexa a ser desvendada, mas sim de uma reflexão sobre esperança, humanidade e amor familiar. Explicar O Telefone Preto pode parecer complicado no início, mas a narrativa se torna clara ao final. Gwen, por sua vez, tenta usar sua habilidade psíquica emergente, que lhe permite ver coisas em seus sonhos, para localizar seu irmão. Enquanto isso, O Sequestrador é assombrado pelos espíritos das cinco crianças que ele já matou, cada uma desempenhando um papel crucial na salvação de Finney. Aqui está o desfecho de O Telefone Preto explicado.

|   RELACIONADO:
Os Estranhos (2008): A história verdadeira dos crimes da vida real que inspiraram o filme de terror

Finney mata o agarrador?

Ethan Hawke no filme The Black Phone usando uma máscara e brandindo um machado

Conforme explicado em O Telefone Preto, quando Max (interpretado por James Ransone), o irmão do Sequestrador, finalmente descobre que Finney está preso no porão e é morto pelo Sequestrador para mantê-lo em silêncio, o jogo entre o Sequestrador e Finney chega ao fim. O Sequestrador se aproxima de Finney com um machado, com a intenção de causar o máximo de dor possível em sua morte. Em um ato desesperado, Finney foge e aciona uma armadilha que ele conseguiu montar com a ajuda das outras vítimas do Sequestrador, conforme explicado no final de O Telefone Preto.

Diferente de Sinistro, o final de O Telefone Preto mostra que o herói triunfa sobre o vilão. O Sequestrador cai em um buraco, quebra o tornozelo em uma grade e é espancado pelo telefone cheio de sujeira que Finney preparou especificamente para esse momento. Quando parece que o Sequestrador ainda pode ganhar vantagem, Finney arranca sua máscara, fazendo-o enlouquecer enquanto tenta proteger seu rosto. Finney então enrola o fio do telefone ao redor do pescoço do Sequestrador e o estrangula. Em última análise, O Telefone Preto é uma história sobre o bem triunfando sobre o mal.

O Grabber poderia ouvir o telefone o tempo todo?

Ethan Hawke como Grabber usando uma cartola em The Black Phone

No porão à prova de som do Sequestrador, o telefone titular de O Telefone Preto está fixado em uma parede, desconectado. É uma arma útil contra o Sequestrador, então alguém poderia pensar que ele já o teria removido há muito tempo. O Telefone Preto é uma adaptação de um conto de Joe Hill que termina de forma muito semelhante – embora antes – ao filme. No conto O Telefone Preto é explicado que o Sequestrador pode ouvir o telefone. Uma das crianças falecidas diz a Finney que o telefone está tocando, mas que Finney é a primeira vítima que consegue ouvi-lo. Na adaptação de O Telefone Preto, é revelado que “o Sequestrador também pode ouvir”, conforme explicado no final de O Telefone Preto.

 

O que o telefone preto representa?

Finney olhando para o telefone preto no pôster The Black Phone
O Sequestrador diz a Finney para desligar o telefone na primeira cena em que ele é mostrado. Pode-se entender que o telefone é uma peça necessária da psique do Sequestrador. Ele é assombrado por seus pecados passados, e eles o estão convocando para se vingar e impedi-lo de assassinar mais crianças. Ele está ignorando a ligação deles. No momento quase perfeito do filme de terror, o cabo de O Telefone Preto é usado para matar o Sequestrador. O Telefone Preto explicou que quando Finney atende o telefone e todas as crianças dão a palavra final sobre o assassino, fica claro que foram elas que orquestraram sua morte.

O Telefone Preto, que é mais profundo do que muitos imaginam, é emblemático da culpa do Sequestrador, assim como sua máscara é emblemática de sua vergonha. Ele brinca com os meninos que sequestra, forçando-os a agirem como “malvados” para que ele possa justificar melhor espancá-los e matá-los. Conforme explicado em O Telefone Preto, ele não pode remover o telefone do porão porque não pode se absolver dos assassinatos que cometeu. O fato de O Telefone Preto ser usado para matar o Sequestrador mostra o cuidado que foi colocado nesta história, basicamente afirmando que O Telefone Preto é sobre o bem vencendo o mal.

 

O que há com todo o bullying?

O Grabber segurando um jornal

O Telefone Preto explicou que Finney sofre bullying na escola, que ele e sua irmã Gwen são espancados por seu pai alcoólatra, e que o Sequestrador é profundamente perturbado e violento, apesar de fingir ser amigável. A adaptação de Joe Hill de O Telefone Preto tem algo a dizer sobre a violência contra crianças, particularmente com algumas de suas cenas mais desconfortáveis apresentando o pai de Finney e Gwen em vez do terrível vilão.

O filme transmite uma mensagem sobre se defender e, quando isso não for suficiente, encontrar um grupo para apoiá-lo. Finney não consegue impedir seu pai de bater em Gwen. Ele não consegue impedir que os valentões o espanquem. Mas, encorajado pelas outras vítimas do abuso do Sequestrador, ele é capaz de retomar o controle e ser ousado o suficiente para enfrentar a maldade e a violência do assassino. Isso o acompanha até o final do filme, quando Finney se mostra confiante e não mais infeliz e assustado na escola, conforme explicado em O Telefone Preto.

 

O verdadeiro significado do fim de O Telefone Preto

Ethan Hawke como The Grabber parecendo triunfante em Black Phone
O Telefone Preto não é apenas mais um filme de terror estrelado por Ethan Hawke; ele oferece uma perspectiva filosófica sobre o empoderamento das vítimas de abuso e violência. O filme traz uma mensagem de comunidade e demonstra como o terror pode ser afastado pela força dos números. Nenhum mal é tão grande que não possa ser dissipado pela unidade dos indivíduos. O final de O Telefone Preto destaca a necessidade que a humanidade tem de destruir o mal – mesmo que isso signifique voltar do túmulo para fazê-lo. Embora seja um filme de terror, O Telefone Preto é, na verdade, mais sobre esperança do que terror e mais sobre destruir o mal do que ser ferido por ele.

 

O fim de O Telefone Preto pode ter criado problemas de sequência

Ethan Hawke como o Grabber esperando pelo jogo Naughty Boy

O Telefone Preto foi inicialmente planejado como um filme de terror único. No entanto, existem muitos rumores sobre a possibilidade de O Telefone Preto 2. Dito isto, o final de O Telefone Preto não cria uma sequência de forma proposital, o que poderia gerar enormes desafios para um possível segundo episódio. O raciocínio por trás dessas discussões sobre uma sequência é que o filme foi um sucesso estrondoso. O Telefone Preto arrecadou US$ 152,8 milhões em todo o mundo, contra um orçamento de US$ 18 milhões.

Além disso, o filme foi excepcionalmente bem recebido pela crítica e pelo público, obtendo uma pontuação de 82% da crítica e 88% de audiência no site agregador de críticas Rotten Tomatoes. Fazer um filme de terror aclamado pela crítica não é uma tarefa fácil, já que o gênero geralmente está sob escrutínio rigoroso e sustos baratos são mais comuns do que nunca atualmente. No entanto, só porque um filme faz sucesso não significa que precisa de uma sequência.

O final de O Telefone Preto sugere uma conclusão definitiva, com Finney matando o Sequestrador com a ajuda de suas vítimas. Então, o que isso significa para uma possível sequência? Bem, os estúdios obviamente teriam que encontrar uma maneira de trazer o serial killer de volta. Como já existem elementos sobrenaturais, como explicado em O Telefone Preto, na forma dos sonhos proféticos de Gwen, é possível que o Sequestrador interpretado por Ethan Hawke possa retornar no estilo de Michael Myers.

O assunto teria que ser abordado com delicadeza, já que ressurreições mal administradas correm o risco de baratear uma franquia. Também existe a opção de transformar Finney no novo Sequestrador, mas O Telefone Preto sugere que isso pode não ser viável. Isso, novamente, teria que ser bem tratado para fazer uma boa sequência. Se Finney estivesse traumatizado o suficiente pelo tempo em cativeiro, é possível que isso o transformasse em um novo serial killer. De qualquer forma, a morte do Sequestrador mascarado e não identificado no final de O Telefone Preto cria grandes desafios para uma sequência que podem ser intransponíveis.

 

O final da lista telefônica preta é muito mais curto

Imagem dividida de Finney e outras vítimas de The Grabber em The Black Phone
Houve uma quantidade surpreendente de mudanças feitas em O Telefone Preto e seu final. Algumas notáveis incluem o fato de Bruce ser a única vítima com quem Finney falou ao telefone e o fato de Finney não ter ferramentas à sua disposição, o que mudou significativamente o desfecho. No conto de Joe Hill, o final de O Telefone Preto explica que Finney cavou um buraco no chão, onde o Sequestrador caiu, e Finney o estrangulou. No filme, o final de O Telefone Preto explicou muito mais, com Finney escapando da casa do Sequestrador e mudando sua dinâmica com seu pai.
A fuga de Finney não foi planejada no conto de O Telefone Preto. Vale ressaltar também que o Sequestrador tinha duas casas na história original: uma onde mantinha as crianças e outra onde as enterrava. Um dos filmes de maior bilheteria de Ethan Hawke, O Telefone Preto explicou que o relacionamento fortalecido de Finney com seu pai também resultou em Finney tendo mais coragem em torno de sua paixão. O filme O Telefone Preto deu uma verdadeira sensação de encerramento à história de Finney – algo que o conto não fez.
Outra mudança importante que O Telefone Preto fez em relação ao material original é que o jogo "Naughty Boy" não existia; em vez disso, o Sequestrador deixava suas vítimas famintas.

O Telefone Preto: Está disponível para transmissão na Amazon Prime Video

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verified by MonsterInsights